Publicado em 03/03/2020 às 15h14 | 662 visualizações |

ADCESP manifesta apoio a greve dos trabalhadores da rede estadual de educação

 

O Governador Wellington Dias (PT) se nega a cumprir a lei ao desrespeitar o Plano de Cargos, Carreira e Salário dos docentes da Universidade Estadual do Piauí, da mesma que descumpre a lei ao se recusar a conceder o reajuste do piso dos professores da rede estadual. Por esse motivo, a categoria está em greve desde o dia 10 de fevereiro, reivindicando o reajuste salarial de 4,17% para o ano de 2019 e de 12,84%, para este ano.

Na mídia, o governo segue alardeando que paga além do piso nacional estabelecido para os professores. Entretanto, o que o governo não explica é que há oito anos a regência e a progressão (gratificações) foram acopladas ao vencimento da categoria. Separando as gratificações do vencimento, o piso salarial dos professores do Piauí segue abaixo do nacional.

Assumindo uma política de arrocho salarial e ameaças de cortes, o governo segue na sua posição de desrespeito e falta de diálogo com as categorias. Por esse motivo, a Associação dos Docentes da UESPI se solidariza com as lutas dos professores da rede estadual e se coloca à disposição para fortalecer o enfrentamento à essa política de arrocho e mentiras.

Mais de Local