Publicado em 02/03/2020 às 17h20 | 715 visualizações |

Trabalhadores em educação de São Raimundo Nonato protestam contra governador

 

Os trabalhadores em educação do Núcleo Regional de São Raimundo Nonato realizaram uma caminhada nas ruas da cidade em protesto contra o descaso do governador Wellington Dias pela educação básica e pela valorização profissional.

O movimento grevista completa hoje (02) 22 dias de mobilizações em todo o estado. E São Raimundo Nonato aumenta as estatísticas de adesão à greve. Até mesmo celetistas estão aderindo ao movimento grevista, porque estão trabalhando sem contrato assinado, mais uma irregularidade do governo.

A presidente do Sinte-São Raimundo Nonato, Vanda Aragão, disse que a greve é a última defesa dos trabalhadores. “É nossa única defesa em busca dos nossos direitos já adquiridos com muitas lutas e sacrifícios até mesmo lacrimosos. Vejo isto como um absurdo, descontar 14% de nosso mísero ordenado se nos dar se quer um centavo de reajuste”, destacou Vanda Aragão.

Em São Raimundo Nonato estão paradas: Unidade Escolar Edith Nobre - 100%, CEEP - 70%, Demolindo Lima - 100% e outras parcialmente.

Tags

sem tags

Mais de Local