Publicado em 29/06/2022 às 22h31 |

Assembleia decide pelo fim da greve

 

(Última edição em 29/06/2022, às 22h25)

Em Assembleia Geral realizada na manhã desta quarta-feira (29) os trabalhadores e as trabalhadoras da rede estadual de educação deliberaram pelo final da greve que a categoria deflagrou há 127 dias.

O fim da greve foi aprovado por ampla maioria após a avaliação feita, no curso da Assembleia, do atual cenário do movimento paredista envolvendo ameaças e coações do governo, além mudança de lotação e corte de ponto com franco prejuízo para a maioria dos profissionais da educação, caracterizando um ataque maciço e frontal a liberdade sindical por parte do governo Regina Sousa que, a exemplo do seu antecessor, o ex-governador Wellington Dias, deixa patente a existência de governos que só no rótulo são do campo popular, pois na prática massacram a classe trabalhadora e criminaliza o movimento sindical, mesmo que alguns de seus integrantes, inclusive os referidos gestores, tenham atuado neste.

Foi deliberado também que mesmo com o encerramento da greve, a luta continuará com manifestações regulares, em todo estado, em defesa das pautas da categoria como o pagamento dos reajustes salariais, a situação das remoções das/os grevistas, assim como a exigência de uma folha suplementar para repor os descontos, progressões dos servidores e servidoras e o pagamento do precatório do Fundef.

Portanto, continuamos na resistência contra um governo sem compromisso com a educação pública e que desrespeita e massacra os trabalhadores e trabalhadoras da rede estadual de educação.

Tags

sem tags

Mais notícias