Publicado em 25/11/2020 às 23h54 | 1248 visualizações |

Retorno das aulas presenciais sem vacinação é um atentado contra a vida

Consórcio Nordeste anuncia que na próxima segunda-feira (30) será divulgado plano de vacinação pelo governo Bolsonaro

 

Em entrevista nesta quarta-feira (25), o presidente do Consórcio Nordeste e governador do Piauí, Wellington Dias, confirmou que na próxima semana o Governo Federal divulgará o plano de vacinação contra o novo coronavírus causador da covid-19.

Em todo o período da crise sanitária, o Sinte Piauí tem defendido de forma veemente e pública que a vacinação é condição essencial para o retorno relativamente seguro das aulas presenciais.

Esta defesa não é aleatória, sendo consequente a diversos estudos analisados e ao parecer, solicitado pelo Sinte Piauí, do Centro de Inteligência em Agravos Tropicais Emergentes e Negligenciados (CIATEN), instituição composta por mestres e doutores na área da saúde.

É uma contradição gritante que o presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, exponha a nossa categoria, estudantes e familiares, determinando, enquanto governador, que a Secretaria de Educação imponha o retorno das aulas presenciais, sem a prévia vacinação e sem condições de cumprir os seus próprios protocolos.

O mínimo que se espera de um gestor público digno deste rótulo é o zelo em relação a vida da população, principalmente no curso de uma pandemia. Neste sentido, a preocupação e o discurso de Wellington Dias, para o público externo, regional ou nacional são totalmente diferentes das ações do governo do Piauí, inclusive a de sujeitar ao contágio e a morte as trabalhadoras e os trabalhadores da rede estadual de educação, os estudantes e suas famílias.

Mais de Local