Publicado em 07/09/2020 às 13h36 | 254 visualizações |

Independência no Brasil passa por EDUCAÇÃO

26º Grito dos/as Excluídos/as

 

Neste 7 de setembro de 2020 a 26ª edição do Grito dos/as Excluídos/as traz como lema "A Vida em primeiro lugar". Num cenário de pandemia do novo coronavírus, vemos a todo momento o descaso com a vida em detrimento do lucro, por parte dos governos e empresários, que cada dia mais excluem a classe trabalhadora e a população mais carente.

O SINTE-PI grita, neste 7 de setembro, por uma educçaão pública de qualidade, valorização e respeito dos seus profisisonais e toda a comunidade escolar.

_____________

"Nós defendemos a vida acima de tudo. Não concordamos com o retorno às aulas presenciais em plena pandemia, como querem os gestores. Como fica a vida dos estudantes, dos profissonais da educação e de todos os familiares? Enquanto não tivermos segurança para retornar, nossa bandeira continuará sendo a defesa da vida em primeiro lugar", desabafou Paulina Almeida, presidente do SINTE-PI. 

__________

 

COMO SURGIU

A proposta do Grito dos Excluídos e Excluídas surgiu em1994, a partir do processo da 2ª Semana Social Brasileira, da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), cujo tema era Brasil, alternativas e protagonistas, inspirada na Campanha da Fraternidade de 1995, com o lema: A fraternidade e os excluídos .

Entre as motivações que levaram à escolha do dia 7 de setembro para a realização do Grito dos Excluídos/as estão a de fazer o contraponto ao Grito da Independência. A cada ano, o Grito se efetiva como uma imensa construção coletiva, antes, durante e após o Sete de Setembro.

Mais do que uma articulação, o Grito é um processo, é uma manifestação popular carregada de simbolismo, que integra pessoas, grupos, entidades, igrejas e movimentos sociais comprometidos com as causas dos excluídos. 

A proposta não só questiona os padrões de independência do povo brasileiro, mas ajuda na reflexão para um Brasil que se quer cada vez melhor e mais justo para todos os cidadãos e cidadãs. Assim, é um espaço aberto para denúncias sobre as mais variadas formas de exclusão. 

Tags

sem tags

Mais de Local