Moção de repúdio à onda de violência perpetrada contra professores/as na Colômbia – SINTE PIAUI
You are here
Moção de repúdio à onda de violência perpetrada contra professores/as na Colômbia Destaques Notícias 

Moção de repúdio à onda de violência perpetrada contra professores/as na Colômbia

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, entidade representativa dos profissionais do setor público da educação básica brasileira, REPUDIA de forma veemente a onda de violência perpetrada nos últimos dias contra professores e professoras colombianos/as.

Uma série de crime tem chocado a sociedade colombiana, contra seus/uas professores/as, em diversas regiões do país. No último mês, 4 (quatro) professores/as foram assassinados brutalmente, por motivos diversos e em diferentes regiões do país. Esses assassinatos foram registrados em Cauca, La Guajira e no Valle del Cauca, deixando uma marca de terror em toda a comunidade, além de estarrecer todo o mundo com esse nível altíssimo de violência que se volta, agora, contra aqueles que deveriam justamente proteger e fomentar o futuro de todo o país.

Além dessas mortes, um dirigente sindical foi vítima de um atentado contra a sua vida e encontra-se, agora, entre a vida e a morte. Na cidade de Arauca, um ônibus que transportava 6 (seis) professores/as também foi alvo de tiros do próprio Exército Nacional, que terminou por ferir um desses professores.

Não podemos admitir que nenhuma sociedade conviva com taxas de crimes tão elevados. Repudiamos essa onda de violência e exigimos das autoridades competentes que, primeiro, garanta a segurança dos professores e professoras de seu país. E, segundo, que esclareça e puna de forma contundente os responsáveis por esse estado permanente de violações de direitos e de violência a que está submetida a sociedade colombiana. Todos queremos e exigimos, no mínimo, a paz!

Enquanto educadores e educadoras brasileiros/as, nos solidarizamos com as vítimas e suas famílias. Estamos por aqui atentos aos desdobramentos das autoridades colombianas nos esclarecimento dessa onda de violência que parece, agora, atingir professores e professoras. Também nos colocamos solidários à Federação Colombiana de Educadores – FECODE, nossa entidade sindical irmã. Basta de tanta violência! Proteger a educação e seus trabalhadores/as é salvaguardar o futuro de todo um país!

Related posts