Sinte-PI cobra políticas públicas contra violência nas escolas – SINTE PIAUI
Você está aqui
Sinte-PI cobra políticas públicas contra violência nas escolas Destaques Notícias Vídeos 

Sinte-PI cobra políticas públicas contra violência nas escolas

O Sinte-PI pede “socorro” às autoridades responsáveis para intensificar e combater os atos de violência nas escolas no Piauí.

Em menos de duas semanas foram três casos registrados de violência na escola. No primeiro um professor foi esfaqueado dentro da sala de aula por uma aluna, numa escola da rede municipal; no segundo caso houve um arrastão na escola e professores chegaram a ser agredidos pelos bandidos com coronhadas na cabeça e precisando de atendimento hospitalar, e o último caso ocorrido nesta quarta-feira (06/12) na Unidade Escolar Firmina Sobreira, zona norte de Teresina, uma aluna agrediu a diretora da escola pelo fato dela ter exigido o uso do fardamento de um grupo de meninas. Após os socos, arranhões e puxões de cabelo a aluna, de 16 anos, continuou com agressões verbais contra a diretora.

De acordo om o pelotão escolar, em 2016 foram registrados quase 600 ocorrências de violência nas escolas, entre agressões físicas, verbais, ameaças, furtos, arrombamentos e outros.

A presidente do Sinte-PI, professora Paulina Almeida lamenta a situação e pede ajuda das autoridades responsáveis. “Pedimos “socorro” às autoridades responsáveis e maior na aplicação de políticas públicas para combater a violência nas escolas que tem crescido assustadoramente. Só em 2016 foram mais de 600 casos. Os trabalhadores em educação e os estudantes estão com medo até de ir para a escola”, enfatizou a presidente.

Veja a matéria exibida no Piauí TV 2ª edição de 06/12/2017

Artigos Relacionados