Sinte-PI denuncia: mais uma escola sem condições funcionamento – SINTE PIAUI
Você está aqui
Sinte-PI denuncia: mais uma escola sem condições funcionamento Destaques José de Freitas Notícias Regionais 

Sinte-PI denuncia: mais uma escola sem condições funcionamento

Os diretores do Sinte-PI, João Correia e Filomena Cristina, juntamente com os dirigentes do Núcleo Regional de José de Freitas estiveram visitando a Unidade Escolar Elon Machado Moita no município de Lagoa Alegre do Piauí para constatar as péssimas condições a que estão sendo submetidos alunos e trabalhadores da educação naquela cidade.

De acordo com as informações da placa da escola Elon Moita, o processo de reforma teve início Março/2013 com término da obra no prazo de 230 dias. O fato é que já se passaram , 4 anos e nenhum sinal de reforma ou homens em obra na referida escola.

Os mais de 400 alunos do ensino fundamental que matrículados naquela escola estão assistindo aula numa casa alugada pelo valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) mensais, sem que tenham qualquer aproveitamento no aprendizado. Prejuízo para os professores e para os alunos, que estam sem as mínimas condições de aula.

Salas de aula improvisadas em garagem, parede quebrada, separada por cortinas, dois banheiros para atender todos os alunos, banheiros sem portas e muitos problemas na cozinha que não é apropriada. Além de todos esses problemas, tem ainda a questão do transporte escolar onde a prefeitura alega que não está recebendo o repasse do governo do estado. Isto tem prejudicado muitos alunos que não tem frequentado a escola pela falta do transporte que está há mais de dois meses sem receber o pagamento, por isso suspenderam o serviço.

Ao mesmo tempo que os alunos e professores são colocados em situações inapropriadas para o aprendizado, existe uma obra da Secretaria de Educação de construção de uma escola que está parada há quatro anos e sem perspectiva de continuidade.

Banheiro da sala dos professores sem porta
Refeitório abandonado

 

O Sinte-PI vai continuar denunciando a situação de precariedade das escolas públicas da rede estadual e procurar a Seduc para saber o posicionamento quanto à resolutividade da situação da escola Elon Moita.

 

Refeitório improvisado
Estrutura da escola Elon Moita, com janelas lacradas e portas quebradas
Estrutura da escola que estava sendo construída e está parada há 4 anos

Artigos Relacionados