Professores da rede estadual decidem manter greve em Oeiras – SINTE PIAUI
Você está aqui
Professores da rede estadual decidem manter greve em Oeiras Destaques Notícias Oeiras 

Professores da rede estadual decidem manter greve em Oeiras

Em reunião realizada na tarde desta segunda feira, 13, o comando de greve reunido na escola estadual Farmacêutico João Carvalho decidiu permanecer em greve por tempo indeterminado em Oeiras.

Os professores aguardam uma resposta positiva do governo do estado do Piauí quanto ao pagamento do reajuste do piso salarial de 7,64%.

A proposta do governo que não foi aceita pelos professores, foi o pagamento em janeiro de 4% e o restante do reajuste 3,64% seria pago em junho.

Os professores entendem que o estado tem condições de pagar o reajuste de forma integral e linear uma vez que o Piauí recebeu ainda no mês de dezembro do ano passado  verba do governo federal oriundas da repatriação e também recursos do Ministério da Educação exclusivas para complementar o Piso Nacional dos Professores.

Para a presidente do Núcleo Regional do SINTE em Oeiras, Professora, Paulina Almeida, é justa a luta da classe e a greve é um meio legal e está mantida até que o governo apresente uma proposta plausível. “Essa não é uma luta apenas por aumento de salário, mas também por melhores condições de trabalho e também melhoria nas escolas. O governo pede bom senso aos professores, mas não é sensível a nossa pauta de reivindicações”, frisou.

O governo anunciou na noite desta segunda feira, 13, que se propõe a pagar o restante do piso do magistério no mês de abril, caso o relatório financeiro do Estado fique positivo no primeiro quadrimestre de 2017.

Essa proposta vai ser levada ao SINTE/PI que discutirá em nova assembleia se aceita ou rejeita essa nova proposta do governo. Enquanto isso não acontece, as aulas da rede estadual continuam paralisadas em todo o estado.

Artigos Relacionados